Alunos com deficiência podem se inscrever para os Jogos Escolares do Estado de São Paulo


Os jogos são requisito básico aos interessados em competir nas Paralimpíadas Escolares 2019; o evento acontece no Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro durante o segundo semestre

Os alunos com deficiência interessados em participar dos Jogos Escolares do Estado de São Paulo no Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro, localizado na Rodovia dos Imigrantes, km 11,5 podem se inscrever até dia 29 de março pelo link http://bit.ly/JogosEscolares2019. Os jogos, que irão acontecer durante o segundo semestre, tem a finalidade de selecionar os atletas que vão compor a delegação paulista nas Paralimpíadas Escolares 2019.

Os competidores são das modalidades atletismo, natação, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalbol, judô, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, vôlei sentado e basquetebol em cadeira de rodas.

Além de descobrir novos talentos para o esporte, o objetivo dos Jogos Escolares é promover o intercâmbio entre os alunos, além de favorecer a descoberta de novos talentos esportivos que possam ser indicados para participar dos programas “Bolsa Talento Esportivo”, “Centro de Excelência Esportiva” e possíveis atletas para representar o Brasil nas Paralimpíadas de 2020 em Tóquio. A ideia é que também fomente a prática esportiva por jovens com deficiência nas escolas.

Localizado no Parque Fontes do Ipiranga (Km 11,5 da Rodovia dos Imigrantes), o Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro é uma parceria do governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, com o governo federal, através do Ministério do Esporte. O objetivo do empreendimento que abriga 15 modalidades paralímpicas é fomentar o paradesporto brasileiro criando condições para que seus atletas se destaquem nas competições municipais, estaduais, nacionais e internacionais, sempre dando ênfase às técnicas avançadas e novas tecnologias.

Emilio Figueira

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, autor de uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista, teólogo e personal coach com formação em Programação Neurolinguística. Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais, passando de cinquenta títulos lançados. Ator e autor de teatro. Várias entrevistas na mídia e em jornais. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.