CINEMA E INCLUSÃO – Uma relação histórica entre pessoas com deficiência e a sétima arte

Este é um trabalho um pouco diferente das minhas demais obras. Fora o ensaio da primeira parte “A Força do Tema Deficiência No Mundo Audiovisual”, o conteúdo deste livro é muito mais de compilações do que propriamente autoral.

Ao compilar informações, resenhas, reportagens que formam esta obra, muitas vezes esses textos – uns mais longos, outros apenas notas – amplamente reproduzidos por milhares de sites e blogs, minha intenção principal mesmo foi fazer um apanhado geral que formasse um bom acervo Documental e fontes de Pesquisas sobre a presença de pessoas com as mais variadas deficiências na história do cinema nacional e mundial.

E pelos registros aqui reunidos podemos notar que essa é uma relação já histórica entre pessoas com deficiência e a sétima arte.

Embora esse apanhado geral rendeu um número significativo de produções internacionais, nacionais, documentários, animações infantis, não foi nem de longe a minha intenção fazer um levantamento com a plenitude para se esgotar o tema e muito menos realizar um trabalho acadêmico.  Mas sim oferecer exemplos e uma  catalogação, mesmo que modesta, com dois objetivos:

  • Oferecer Propostas e Inspiração Para Diretores, Roteiristas, Atores e Produtores Cinematográficos Desenvolvam ou Incluam Pessoas com Deficiência em Suas Produções
  • Dar Subsídios Para Professores e Educadores Que Queiram Trabalhar Com o Tema Inclusão Nas Escolas Em Geral

Aqui é só um primeiro levantamento de uma temática que pretendo ir ampliando em futuras edições, agregando novas informações. Mas já faço votos que este seja o embrião de uma futura Disciplina em cursos de cinema e audiovisuais sobre CINEMA E INCLUSÃO!

BAIXO O E-BOOK GRATUITAMENTE

Clique em cima da imagem da capa ao lado

O arquivo se abrirá no formato PDF em outra aba do seu navegador

Basta salvar o arquivo em seu computador e BOA LEITURA!!!

 

OBS: Caso você deseje a versão impressa CLIQUE AQUI

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, autor de uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista, teólogo e personal coach com formação em Programação Neurolinguística. Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais, passando de cinquenta títulos lançados. Ator e autor de teatro. Várias entrevistas na mídia e em jornais. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.