COMO ELABORAR MONOGRAFIAS EM EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Ao longo dos últimos anos e, principalmente quase todos os dias, recebo mensagens de pessoas me pedindo ajuda ou orientação na elaboração de suas monografias, TCCs e outros trabalhos acadêmicos dentro do universo da Educação Inclusiva e/ou das questões que envolvem as pessoas com deficiência.

A minha vontade sempre foi atender a todos. Mas pelo alto número de pedidos e por causa da minha própria deficiência, paralisia cerebral que me permite digitar só com um dedo em um tempo mais lento, isso não é possível. Mesmo porque meus cursos gratuitos em Educação Inclusiva já passam de mais de vinte mil pessoas em todo o país e exterior, o que aumenta consideravelmente esses pedidos de ajuda.

Pensando em uma maneira de ir ao encontro dessa demanda e não deixar essas pessoas que me procuram sem um apoio, foi que decidi escrever de maneira didática e objetiva o livro EDUCAÇÃO INCLUSIVA – COMO ELABORAR MONOGRAFIAS como se fosse mesmo uma Orientação pessoal ou uma Consultoria, oferecendo bases para elaborar TCCs, Monografias, Dissertações, Teses e Artigos Científicos

Nele, coloco um pouco da minha experiência como pesquisador cientifico desde o início dos anos 1990, realizando várias pesquisas em universidades ou particulares, redigindo monografias, dissertações, teses e quase cem artigos científicos publicados em vários países. São esses conhecimentos acumulados que compartilho em minhas aulas, cursos e muitos livros. Sobretudo, como autor científico ou pedagógico, aprendi a codificar todo esse conhecimento, escrevendo em uma linguagem fácil e objetiva.

SEIS PARTES DE CONTEÚDO

Mas eu não quis ficar preso só aos meus conceitos e conhecimentos. Para elaborar esse material realizei por meio de questionário uma pesquisa com 127 pessoas ligadas ao universo da pedagogia e das atividades educacionais. E estes foram os principais pontos de dificuldades apontados:

Partindo desses pontos de dificuldades, foi que elaborei o conteúdo do livro digital EDUCAÇÃO INCLUSIVA – COMO ELABORAR MONOGRAFIAS em seis partes:

Parte 1 – Indo de encontro ao primeiro item do gráfico acima, apresento mais de 28 tópicos dentro da Educação Inclusiva com sugestões para você optar por um e desenvolver o tema do seu trabalho. Apresentação da Pedagogia da Diferença como uma boa fonte de inspiração. A Lei Brasileira de Inclusão e suas possibilidades de temáticas educacionais para monografias. E uma reflexão sobre a nova lei de cotas para pessoas com deficiência em universidades que pode gerar boas discussões.

Parte 2 – Como escolher e delinear a linha científica de seu trabalho, optando entre pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, pesquisa de campo, estudo de caso e pesquisa-ação. E como elaborar e formatar um Projeto De Pesquisa.

Parte 3 – O segundo item que mais apareceu em meu levantamento, um mapeamento dos principais sites científicos em português onde você pode encontrar artigos e trabalhos acadêmicos sobre Educação Inclusiva para fundamentar teoricamente e referenciar sua monografia. Listagens com mais de 100 livros, teses e artigos sobre Educação Inclusiva que em sua grande parte você poderá acessar gratuitamente. E as fontes sobre a história da pessoa com deficiência e/ou da inclusão no Brasil.

Parte 4 – Algo que não aparece em tradicionais manuais de metodologia. Muitos, ao terem que redigir seus trabalhos, encontram dificuldades no ato de escrever. Isto porque nem todos estão habituados com a escrita em seu dia a dia. Proponho uma reflexão para ter mais segurança durante a sua redação. Técnicas que se empregadas facilitam bem a construção de textos. Escrever bem significa construir textos coerentes e organizados É um ato de tornar ideias confusas com que começou e as combine numa ordem lógica e cronológica. E como digo sempre, “quem planeja mais, cansa menos”!

Parte 5 – Todas as noções básicas e estruturais de uma Monografia ou de um Artigo Científico. As adequações atuais da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. E dicas práticas para o desenvolvimento de um bom trabalho.

Parte 6 – Caminhos da publicação, outro conteúdo que não há em tradicionais manuais de metodologia. Grande parte das pessoas, quando terminam e têm os seus trabalhos aprovados, dão a missão por terminada. Mas alguns podem ter o desejo de publicá-los. Então, como um material complementar, inclui dois capítulos para àqueles que queiram ter uma noção geral dos caminhos para publicação, sobretudo, em livros.

A obra traz como Apêndice o modelo básico e completo de uma monografia  de conclusão de curso.

 

COMO E ONDE ADQUIRIR O E-BOOK

O e-book EDUCAÇÃO INCLUSIVA – COMO ELABORAR MONOGRAFIAS conta com 155 páginas de conteúdos. Para adquirir no formato digital ou a edição impressa, CLIQUE AQUI

 

Emilio Figueira

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Militante das questões referentes às pessoas com deficiência desde a década 1980, nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, autor de uma vasta produção científica como psicólogo e psicanalista, tendo cinco pós-graduações e dois doutorados. Como escritor tem uma variada obra em livros impressos e digitais, passando de setenta títulos lançados, peças teatrais e roteiros audiovisuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.