CONVERSANDO SOBRE SUPERAÇÃO – Parte 1 – Por Emílio Figueira

Olá, tudo bem?

Eu não sei se você já me conhece. Ao longo de minha vida as pessoas sempre se referem a mim como um modelo de Superação e Inspiração. Embora eu não me vejo acima de ninguém, mas sim apenas como uma pessoa comum que aprendeu a correr atrás de seus sonhos e objetivos, resolvi tomar o tema Superação como uma fonte de estudo e engajamento para ajudar as outras pessoas.

Nos últimos tempos tenho analisado à luz da psicologia, da mitologia e da programação neurolinguística as histórias de pessoas com comportamentos de Superação e Determinação e quais os mecanismos que as movem nas mais variadas situações perante suas vidas.

Hoje digo que ter comportamentos de Superação não é um privilégio de poucos. Todos são capazes, mas para várias pessoas existem barreiras dentro de si que bloqueiam isso. Muitos, por não saber definir quais os passos e atitudes que precisam ser tomados para superar de forma concreta a situação, alimentam a vontade de desistir diante dos obstáculos.

Agora resolvi escrever esta série de artigos que irei chamar de treinamento, mas na verdade são seis conversas baseadas no meu livro  Elas estão assim divididas:

1 -Como se mover ao encontro de seus sonhos e objetivos, diferenciando o mundo real do mundo ideal

2 – O autoconhecimento, tendo controle de suas emoções positivas ou não, recursos pessoais que podem ser acionados de forma a não se desgastar se houver o controle das emoções ou ainda ser utilizado de forma a obter futura recomposição

3 – Como elevar a autoestima tendo consciência de quem se é de verdade, avaliando os pontos positivos tanto quanto os negativos, aumentando a nossa confiança e capacidade de conseguir o que queremos e desejamos, independente das críticas ou opiniões que terão sobre nós

4 – Como criar, traçar e manter objetivos e metas, criando mudanças em nossas vidas, buscar modelos para nos inspirarem, criar esperanças, colocarem-se em movimento e buscar todas as possibilidades em nossas vidas pessoais, profissionais e sentimentais

5 – Reconhecer e desfrutar os momentos de felicidades no presente, sentindo-se bem consigo mesmo e assimilando que a felicidade se atinge pelo exercício da virtude e não da posse

6 – Como elaborar metas específicas, mensuráveis, relevantes e estabelecer o tempo para atingi-las.

MUNDO REAL E MUNDO IDEAL

Inicialmente, quero lhe convidar a assistir este meu vídeo:

Digo que existem dois mundos, o IDEAL, sobre como gostaríamos que as coisas e as pessoas fossem e o mundo REAL, o verdadeiro a nossa volta, mas que muitas vezes fugimos dele, tentamos evitá-lo por não está de acordo aos nossos desejos.

Quem vive no mundo IDEAL gera muito sofrimento psíquico e frustrações para si mesmo.

Quem vive no mundo REAL se descobre como ser humano, acha pontos de equilíbrios, aprende a lidar com suas frustrações e ansiedades, dentre outros fatores, descobrindo o quanto ele é muito mais fascinante em possibilidades e muito mais leve de se viver!

Se uma pessoa nasce ou adquire uma deficiência, tem alguma dificuldades ou desilusão ao longo da vida, isso será algo que ninguém pode mudar. Mas o importante mesmo, será o caminho que essa pessoa escolher. Ela pode se entregar e passar a vida se lamentando e se escondendo, ou reagir, buscando uma vida cheia de possibilidades!

Nossa Próxima Conversa…

No menu da coluna ao lado estão todas as partes desta Série.

Se você puder, deixe um comentário abaixo dizendo o que você achou da conversa de hoje, dúvidas, sugestões, enfim, fique à vontade.

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, autor de uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista, teólogo e personal coach com formação em Programação Neurolinguística. Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais, passando de cinquenta títulos lançados. Ator e autor de teatro. Várias entrevistas na mídia e em jornais. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.