Estadão: Escritor com paralisia cerebral conta sua história em documentário

‘Noites Guaraçaienses – Nascimento De Um Poeta’ está no YouTube (assista aqui). Projeto integra o ‘Cinema e Inclusão’, blog voltado a educadores que usam recursos audiovisuais para promover temáticas e práticas inclusivas.

Coluna Vencer Limites, Luiz Alexandre Souza Ventura

Emílio Figueira é psicólogo, psicanalista, teólogo, atua no jornalismo e na produção científica, escritor, ator, autor de teatro e professor. Imagem: Reprodução

Emílio Figueira é psicólogo, psicanalista, teólogo, atua no jornalismo e na produção científica, escritor, ator, autor de teatro e professor. Imagem: Reprodução


Emílio Figueira nasceu em 1969 e, por causa de uma asfixia durante o parto, tem paralisia cerebral, com sequelas na fala e nos movimentos. É psicólogo, psicanalista, teólogo, atua no jornalismo e na produção científica, escreveu vários livros impressos e digitais, ator e autor de teatro, professor (com cinco graduações e dois doutorados) e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a educação inclusiva.

A história Emílio Figueira é o tema central do documentário autobiográfico ‘Noites Guaraçaienses – Nascimento De Um Poeta’, lançado neste mês e liberado no YouTube (assista abaixo).

No filme, Figueira relembra o lançamento do seu primeiro livro de poesias e reencontra-se com personagens, que reconstituem as memórias da infância e o inicio da adolescência do jovem poeta e a sua obra, com destaque para os resultados positivos de sua inclusão escolar, social e profissional.


FICHA TÉCNICA

Roteiro, Produção, Direção e Montagem
Emílio Figueira

Narração
Ana Luiza Figueira Ochiai

Câmera e Auxílio de Produção
Alan Rogério Morelli, Helton Luiz Tavoni, Silvio Moreira

Assistente Técnico
Silvio Moreira

Pós-Produção
Alan Rogério Morelli

Consultoria
Ana Maria Da Silva Pina, Joaquim de Oliveira Teles e Ivan Da Silva Beteto

Produção Executiva
Figueira Digital (2016)


Acesse: http://cinemaeinclusao.com.br/. Imagem: Reprodução

Acesse: http://cinemaeinclusao.com.br/. Imagem: Reprodução

O documentário foi lançado junto com o blog ‘Cinema e Inclusão’, voltado a educadores que usam recursos audiovisuais para promover temáticas e práticas inclusivas, além de ter a meta de se tornar um centro de documentação, pesquisas e inspirações para diretores, roteiristas, produtores, atores no processo de novas inclusões de pessoas com deficiência em filmes, documentários e programas de televisão.

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, autor de uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista, teólogo e personal coach com formação em Programão Neurolinguística . Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais, passando de cinquenta títulos lançados. Ator e autor de teatro. Várias entrevistas na mídia e em jornais. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta