Memorial da Inclusão recebe exposição fotográfica Ita Vita

Exposição Ita Vita: Arte Fotográfica e Inclusão Social é um projeto fotográfico realizado com famílias e crianças com deficiência  

Até 04 de maio, o Memorial da Inclusão em parceria com Ministério da Cidadania e o Projeto Ita Vita, irá expor a mostra “Ita Vita: Arte Fotográfica e Inclusão Social”.

A mostra é fruto de um projeto fotográfico realizado com famílias e crianças com deficiência na cidade de São Paulo, e conta com aproximadamente 20 imagens visuais com tamanho 60×90 e 12 imagens táteis para pessoas com deficiência visual. Com objetivo de incentivar o debate sobre a fotografia como ferramenta de inclusão social no Brasil, a mostra propõe desmistificar crenças populares e errôneas sobre a vida das crianças com deficiência.

A exposição pode ser visitada de segunda a sexta, das 10h às 18h e aos sábados, das 13h às 17h no Memorial da Inclusão, localizado na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, na Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10, na Barra Funda.

Inaugurado no dia 3 de dezembro de 2009, o Memorial da Inclusão: os Caminhos da Pessoa com Deficiência tem o propósito de reunir em um só espaço fotografias, documentos, manuscritos, áudios, vídeos e referências aos principais personagens, às lutas e às várias iniciativas que incentivaram as conquistas e melhores oportunidades às pessoas com deficiências.

Serviço:

Exposição: “Ita Vita: Arte Fotográfica e Inclusão Social”

Data: Até 04 de maio

Horário: de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h e aos sábados, das 13h às 17h

Local: Memorial da Inclusão – Sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo

Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10 – Barra Funda – São Paulo/SP

Entrada gratuita

 

Emilio Figueira

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Militante das questões referentes às pessoas com deficiência desde a década 1980, nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, autor de uma vasta produção científica como psicólogo e psicanalista, tendo cinco pós-graduações e dois doutorados. Como escritor tem uma variada obra em livros impressos e digitais, passando de setenta títulos lançados, peças teatrais e roteiros audiovisuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.