Onde os gatos gostam de carinho? – Por Emílio Figueira

Gatos amam receber carinho, e ainda que cada um tenha o seu temperamento e método de se aproximar tanto dos seus donos quanto de pessoas desconhecidas, é inegável a satisfação dos mesmos ao recebê-lo. No entanto, nem todos sabem onde os gatos gostam de carinho, por isso, muitas vezes, eles acabam afastando o seu bichado.

Em razão disso, separamos algumas dicas de como e em quais áreas fazer carinho no seu amigo felino, para que você não acaricie-o de forma equivocada, sem conhecer as regiões do seu corpo onde ele sente maior sensação de aconchego.

Deixe-o que venha e confie em você

Gatos são muito independentes e gostam de ficar bastante tempo sozinhos, por isso mesmo há quem diga que os mesmos são ariscos ou antissociais, o que é uma grande mentira. Gatos precisam confiar na pessoa em que ele vai socializar, por isso, antes de saber onde os gatos gostam de carinho, é importante ter em mente que simplesmente pegá-lo e passar a mão em seu corpo não adianta.

Passar a mão pela extensão do seu corpo é onde os gatos gostam de carinho

Após sentir que o felino quer a sua atenção, aproveite que o mesmo encontra-se próximo de ti e passe a mão por todo o seu corpo, desde a cabeça, até a ponta do rabo. Perceba que o bichano se estende e faz certo alongamento nas costas, pois tal sensação é agradável para ele.

Além disso, não só passar a mão é o suficiente. Alguns gatos gostam que o dono faça movimentos com os dedos como se estivesse arranhando-o, mas com cuidado, para não machucar o bichano. Manter um único movimento pode fazer com que o seu amigo felino deixe de aproveitar aquele momento tão aconchegante para ele.

Pescoço, peito e barriga é outra região bastante aconchegante para o gato

Muitos gatos costumam deitar no colo do seu dono e se estender de barriga para cima, erguendo o pescoço para receber carinho nessas regiões do seu corpo. Por se tratar de regiões mais sensíveis, principalmente a barriga, é necessário fazer leves carícias com intervalos de tempo maiores entre si para saber qual a reação do mesmo. O carinho mal feito pode gerar desconforto no gato.

Espere o seu ronronar

Dentre os tantos sons que os gatos emitem, o ronronar é o que melhor consolida a sua relação com o dono, pois tem ligação direta com o que ele sente por aquilo que o dono lhe faz. Ao afagar onde os gatos gostam de carinho, o bichano emite esse som que expressa a sensação de conforto que é receber aquele carinho na cabeça ou até mesmo na parte inferior do pescoço.

Acariciar o seu gato pode garantir o bem-estar do dono também

Além de confortar o seu gato com carinho e garantir o bem-estar do mesmo ao socializar com ele, o ato de acariciar o seu animal também pode garantir uma qualidade de vida melhor para o dono. Já é mais do que compro

SAIBA MAIS

Sobre este assunto acabo de lançar o livro MEU PET NO DIVÃ – CURIOSIDADES PSICOLÓGICAS SOBRE CÃES E GATOS. Convido você conhecer um pouco mais sobre ele clicando aqui

Emilio Figueira

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, autor de uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista, teólogo e personal coach com formação em Programação Neurolinguística. Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais, passando de cinquenta títulos lançados. Ator e autor de teatro. Várias entrevistas na mídia e em jornais. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.