PSICOLOGIA DO ENVELHECIMENTO PARA LEIGOS – Emílio Figueira

Você já parou para pensar que, um dia, todos nós envelheceremos? O ciclo da vida é o mesmo para todas as pessoas, que nascem, crescem, envelhecem e morrem, e disso não há como fugir. Se as pessoas acham incrível ser criança e gostam também da vida adulta, por que a terceira idade é um período que ninguém visa?

Isso para a maioria, claro. Ainda existem aqueles que, com sensibilidade, querem compreender o processo do envelhecimento, o modo como os idosos vivem, como encaram seus desafios e tudo mais. E se você veio até aqui, é porque se encaixa nesse grupo de pessoas sensíveis, não é mesmo?

Psicologia do Envelhecimento

Existe uma maneira bem simples de descobrir os mistérios da terceira idade que ninguém conta, e é a partir da obra Psicologia Do Envelhecimento Para Leigos – Como Conviver E Cuidar De Pessoas Idosas!

Um e-book com uma linguagem bem simples é capaz de mostrar às pessoas toda a fase de adaptação pela qual um idoso passa.

Mudanças

Uma pessoa que envelhece já não conta com os mesmos privilégios de quando era mais nova. Os sentidos começam a perder a potência, e, geralmente, a visão é o primeiro a ser afetado.

Em seguida, a audição também fica prejudicada, dependendo dos casos, isso sem falar em casos de perda de memória. Quanto mais saudável um indivíduo for em sua vida, menos ele sentirá os impactos da velhice quando esse momento chegar. No entanto, eles chegam.

Movimentos

Antes de perder a paciência com um idoso desembarcando do ônibus e atrapalhando a passagem, talvez as pessoas queiram saber que isso não se trata de uma opção ou de uma vontade de ser inconveniente. Óbvio que não.

As articulações ficam mais rígidas à medida que envelhecemos, e isso é o que gera a dificuldade deles ao se movimentar. Além disso, idosos não têm a mesma capacidade de regeneração. Portanto, um hematoma ou uma fratura levam muito mais tempo para ser curados, e eles têm medo de cair, o que contribui com a lentidão.

Isolamento

Você sabia que a falta de paciência das pessoas com idosos e sua dificuldade de locomoção faz com que eles acabem preferindo o isolamento? Sim, isso é verdade. Para poupar o constrangimento, e o fato de acreditar estar “dando trabalho” para as pessoas, idosos ficam reclusos, o que na realidade é muito triste.

Portanto, um aspecto importante da Psicologia do Envelhecimento é que se tenha paciência com essas pessoas da terceira idade.
Adaptações

No entanto, não é porque a velhice chegou que a vida tem de parar, certo? A Psicologia do Envelhecimento também trata das adaptações dos idosos à sua nova condição, e elas ocorrem de diversas maneiras, algumas até nunca imaginadas pela maioria das pessoas.

Os óculos, os aparelhos auditivos, uma bengala ou andador, o fato de não conseguir mais agachar para pegar algo do chão, tudo isso passa a ser limitado e se o idoso não se adapta, não vive.

Mesmo assim, eles ainda conseguem viver normalmente, felizes e de bem com a vida. Nesse caso, por que não se aprofundar nessa história tão pouco contada?

Um E-book da Amazon

Isso e muito mais eu relato na meu livro Psicologia Do Envelhecimento Para Leigos – Como Conviver E Cuidar De Pessoas Idosas! Escrita em uma linguagem simples e direta, é uma obra dirigida à cuidadores de idosos e a todos os interessados em conhecer detalhes sobre o processo do envelhecimento humano. O preço também é bem acessível , menos de 10 reais. Saiba mais clicando no símbolo da AMAZON ao lado.

E caso queira a versão impressa CLIQUE AQUI

Por causa de uma asfixia durante o parto, Emílio Figueira adquiriu paralisia cerebral em 1969, ficando com sequelas na fala e movimentos. Mas nunca se deixou abater por sua deficiência motora e vive intensamente inúmeras possibilidades. Nas artes, no jornalismo, autor de uma vasta produção científica, é psicólogo, psicanalista, teólogo e personal coach com formação em Programação Neurolinguística. Como escritor é dono de uma variada obra em livros impressos e digitais, passando de cinquenta títulos lançados. Ator e autor de teatro. Várias entrevistas na mídia e em jornais. Hoje com cinco graduações e dois doutorados, Figueira é professor e conferencista de pós-graduação, principalmente de temas que envolvem a Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.